Os Meus Serviços

k

Biografias

Mauris vel quam nunc. Quisque tempor tempus aliquet. Donec egestas odio et tempor.

Escrita Criativa

Mauris vel quam nunc. Quisque tempor tempus aliquet. Donec egestas odio et tempor.
w

Storytelling

Mauris vel quam nunc. Quisque tempor tempus aliquet. Donec egestas odio et tempor.

Ghost Writer

Mauris vel quam nunc. Quisque tempor tempus aliquet. Donec egestas odio et tempor.

Livros Institucionais

Mauris vel quam nunc. Quisque tempor tempus aliquet. Donec egestas odio et tempor.

pessoas com histórias

“As perdas são sempre duras, sejam elas quais forem”

Se a tua vida fosse transformada numa história, qual seria o título? O título seria uma das últimas frases escritas no diário de Frida Kahlo – “Pés para que vos quero, se tenho asas para voar” Quando eras pequenina, o que querias ser? Queria ser professora, tal como a...
Jorge Queirós

“Fui sempre eu o gajo-com-medo-mas-teimoso-e- resiliente-quanto-baste”

Se a sua vida fosse transformada numa história, qual seria o título? A história ainda não acabou. Guardo sempre o título para o fim. Quando era pequenino, o que queria ser? Como percebi cedo que não ganharia a vida a marcar golos, queria ser veterinário. Qual foi o...

“Depois de 22 anos como jornalista, percebi que precisava encontrar outro propósito para a minha vida”

Se a sua vida fosse transformada numa história, qual seria o título? “Movimento”. Quando era pequenina, o que queria ser? Não lembro de ter desejo por uma profissão dos sonhos quando pequenina. Aliás, nunca me imaginei jornalista. O jornalismo me ganhou. Sem certeza...

“O meu primeiro trabalho foi carregar móveis”

Se a tua vida fosse transformada numa história, qual seria o título? António, o eterno ingénuo. Quando eras pequenino, o que querias ser? Escritor. Olhava com frequência para os muitos livros em casa dos meus pais e sonhava em ver um dia o meu nome na capa de um...

Sobre mim

Formadora, escritora, ghost writer, numa relação amorosa com Escrita Criativa e Storytelling. Apaixonada por palavras curtas, médias e longas; casada com frases interrogativas, exclamativas e afirmativas. Atraída por reticências, pontos finais e vírgulas. Verdadeiramente amiga de cadernos e lápis de carvão.
Na infância, ainda pensei ser cabeleireira, mas a falta de jeito para cortar a franja das minhas bonecas mostrou-me que o caminho tinha de ser outro. Tímida, destaquei-me na escola primária pelas composições sobre o cabelo encaracolado da minha mãe, o nariz comprimido do meu pai e outras questões tão pertinentes como estas.